Teste dos motores spindle e sled da unidade óptica

O motor do disco chama-se spindle, e o motor que move a unidade, sled.  Para realizar o teste nesses motores, é necessário que seus conectores de alimentação estejam desconectados (desligados).

Teste do motor spindle
Com o multímetro analógico posicionado na escala de X1, encoste as ponteiras do instrumento nos terminais de alimentação. Com seleção para leitura de resistência, temos certa tensão entre as ponteiras do instrumento, proveniente da sua bateria interna, provocando uma alta rotação do eixo do motor. Também pode ser observada a deflexão do ponteiro, resultado da continuidade da bobina do motor.

Entre os dois motores, é o spindle que mais apresenta defeito, devido à baixa rotação, devendo ser substituído.

Teste do motor sled
Para realizar esse teste, o multímetro analógico também deve estar na posição de X1, e as ponteiras, encostadas nos terminais de alimentação do motor sled.

O ponteiro do multímetro também deflexionará. No entanto, o eixo do motor vai girar suavemente, uma vez que ele moverá as engrenagens do mecanismo da unidade óptica, tornando o arrasto (deslocamento) do eixo do motor mais “pesado”. Portanto, ao realizar o teste no motor sled, estaremos testando, também, as engrenagens do mecanismo (um dos problemas mais comuns dessa unidade).

Nota: Se o motor for testado fora do mecanismo (engrenagens), a sua rotação se apresentará igual a do motor spindle.

Se você não possui um multímetro analógico, pode realizar esse teste com o auxílio de uma fonte de alimentação de 5 volts e corrente contínua de 500mA. Nesse caso, o teste fica restrito à rotação do motor. Se o motor não funcionar ou funcionar inadequadamente, o eixo pode estar travado ou com o a bobina aberta.

Teste de flat cable
Para testar o flat cable, você pode utilizar tanto o multímetro analógico como o digital. Com o analógico, você deve posicionar o seletor na escala de X1. Já com o digital, a escala deve ser posicionada em 200Ω. As ponteiras do multímetro devem ser colocadas nas pontas de cada trilha do flat. A leitura, em qualquer um dos multímetros, deve ser baixa, ou seja, próximo a zero. Se, em alguma trilha, o ponteiro não deflexionar (no analógico) ou indicar OL (no digital), a trilha está interrompida, necessitando a substituição do flat cable.

105 comentários para “Teste dos motores spindle e sled da unidade óptica”

  1. avatar Guilherme disse:

    Já pedindo desculpas pela ignorânica, pois ainda estou engatinhando em eletrônica, lá vão as minhas dúvidas :
    o Teste do motor spindle e o Teste do motor sled poderiam ser feitos com multimetro digital ? Em caso afirmativo, como seria ? Em caso negativo, qual o motivo ?
    Mais uma coisa : sempre existirão testes que só poderão ser feitos com multímetro analógico ? Daí, a pergunta final : é melhor ter o multímetro analógico e o digital ou só o analógico ?

  2. avatar Departamento Técnico disse:

    Prezado Amigo Guilherme Patrício,

    Embora o tipo mais moderno de multímetro seja o digital, onde os valores das grandezas são mostrados diretamente por meio de dígitos, geralmente os testes dos motores “spindle” e “sled” da unidade óptica do CD-Rom / DVD-Rom são realizados com o multímetro analógico, o qual faz uso de um indicador de bobina móvel.

    Quando é realizado esse tipo de teste, não se deve esquecer de desligar os conectores de alimentação dos terminais dos motores, pois a idéia é avaliar o comportamento desses motores na situação de funcionamento, porém desconectado do seu circuito. Assim, a tensão da bateria interna do instrumento é aplicada, somente nos terminais do motor, proporcionando a tensão de alimentação externa necessária para o seu funcionamento.

    É importante você lembrar que o multímetro quando selecionado para leitura de resistência, somente deve ser usado se o equipamento estiver DESLIGADO. Um erro de medida pode ser fatal para seu instrumento.

    Usar a escala de resistência se deve ao fato de os multímetros utilizarem uma ou mais pilhas de 1,5V ou bateria de 9V, internas ao instrumento.

    Para se realizar o teste com o multímetro analógico, é usada a escala mais baixa – X1, onde obtem-se uma maior tensão entre as ponteiras. Dessa forma, o técnico não fica restrito somente em verificar a rotação do motor, mas também verifica se há continuidade na bobina.

    Normalmente, nos multímetros analógicos, a intensidade da corrente detectada pelo galvanômetro terá um valor inversamente proporcional ao valor da carga (resistência da bobina do motor). Nos multímetros digitais, pelo fato de utilizarem um circuito integrado (o conversor Analógico/Digital) que funciona, basicamente, como um voltímetro eletrônico, a impedância de entrada é elevadissíma, na ordem de 10 MΩ. Em medidas de resistência , normalmente o valor da tensão entre as pontas de prova, em circuito aberto, é da ordem de 450mV, bem inferior ao valor de tensão entre as pontas de prova de um multímetro analógico.

    Como a utilização do multímetro, para a realização do teste, é apenas para proporcionar uma fonte externa de tensão para a alimentação, o mesmo poderrá ser realizado com uma fonte de alimentação de 5 volts e, corrente continua de 500 mA.

    Nesse caso o teste ficará restrito ao funcionamento do motor, ou seja, o motor pode assumir três características, são elas:

    Eixo do motor não gira (falta de lubrificação ou bobina aberta)
    Eixo do motor gira lentamente (falta de lubrificação ou bobina alterada)
    Eixo do motor gira normal ( funcionamento normal)

    Um abraço!

    Prof. Mario Limeira
    Coordenador do Departamento Técnico

  3. avatar Marcelo Paz da Silva disse:

    Olá pessoal do IPR e alunos!

    Sou formado em eletrônica a alguns anos (12) e gostaria de acrescentar
    informações a respeito de motores de CD e DVD. É bom que o Técnico
    em eletrônica tenha dois multimetros: Um analógico que poderá testar o
    motor de disco diretamente (se gira está OK) e o digital que apesar de não
    fornecer tensão e corrente suficiente para fazer girar o eixo dos pequenos
    motores, nos DARÁ a medida correta das bobinas do enrolamento e sobre
    o bom ou mau contato que possa existir no mecanismo interno do motor.
    Com o motor bom(OK) segundo a TOSHIBA e comprovado por mim, na
    prática, ao medir nos terminais + e – o valor no multimetro digital na escala mais baixa de resistencia é de 8 a 12 OHMS. Se estiver acima disto existe um problema de mau contato nos coletores internos do motor e para tentar consertá-lo antes de trocá-lo faça assim: aplique nos furos do motor (perto dos terminais + e -) óleo lubrificante em spray (WD 40 ou outro) e depois limpe o excesso com papel higiênico e ligue o motor em uma fonte de 5 volts, 0.5A ou mais, por 15 minutos. Assim nesses 15 minutos a alta rotação juntamente com o óleo lubrificante limpará os contatos e as escovas internas do motor. Depois desligue o motor e torne
    a limpá-lo com álcool isopropílico e papel higiênico. Faça o teste com o
    multimetro analógico (o eixo deverá girar) e finalize ,se quiser, com o multimetro digital (o valor deverá ser de 8 a 12 OHMS de resistência).Faça
    este teste girando devagar o eixo do motor com os dedos, assim testaremos todos os coletores do motor. Quem não tem o multimetro
    analógico faça este ultimo teste com o digital (só gire o eixo do motor com
    os dedos se o multimetro for digital, OK?). Recuperei assim 98 % dos motores de disco (sprindle) que sofrem maior desgaste mecânico devido a sua ALTA ROTAÇÃO (estou corrigindo o texto acima da escola que afirma que o motor sprindle tem problemas devido a sua baixa rotação!) A lei afirma que quanto maior a rotação de um motor maior é seu desgaste. Um motor em baixa rotação também tem desgastes mas isso
    é devido ao esforço que ele faz para fazer um trabalho. No caso dos CD e
    DVD os motores de disco (sprindle) é o que mais são os causadores dos defeitos (98% dos casos visto por mim na oficina). Logo colocarei mais informações para complementar seus estudos. Até mais

  4. avatar FRANCISCO C DA SILVA disse:

    GOSTEI DAS INFORMACOES A RESPEITO DOS TOCA CD E DVD GOSTEI MUITO DOS ESCLARECIMENTOS VALEU……!

  5. avatar Reginaldo matos disse:

    Olá pessoal. Gostei muito de todas estas explicações parabéns.
    Olhem, estou com um pequeno problema em um som philips fwc155/19.
    vejam só: liga-se o aparelho e ele toca algumas músicas, (3 ou 4 no máximo) depois fica como se estivesse em pausa. a únidade óptica fica mexendo ás vezes toca novamente com barulho estranho como se o defeito fosse na saída. me ajudem… dêi-me alguma dica, pois estou começando agora nem conclui o curso.
    obrigado, estou aguardado comentários.

  6. avatar Manoel Antonio disse:

    Tem como desempenar a bandeja do motor sprindle?

  7. avatar Departamento Técnico disse:

    Prezado Amigo Manoel Antonio,

    Respondendo ao comentário deixado em nosso blog, queremos lhe dizer que não é possível desempenar a bandeja do motor spindle.

    Quando isso acontece, o técnico pode resolver o problema de duas maneiras:

    1º) Substituindo todo o conjunto unidade/mecanismo por outro novo.

    2º) Caso a unidade esteja em bom estado, remova e a instale em outro mecanismo. Esse mecanismo deve ser igual ao original, bem como, pode ser reaproveitado de um aparelho que não tenha mais conserto.

    Um abraço!

    Prof. Mario Limeira
    Coordenador do Departamento Técnico

  8. avatar Manoel Antonio disse:

    Gostei muito desse Blog! Vocês são rápidos e atenciosos! Estou iniciando em eletrônica, e só agora faço alguns reparos em dvds, mas ainda falta a parte da fonte. Eu queria saber, a que componentes e estágios estão relacionadas as tensões de: 12v, -12v e 5 v. E quando há todas as tensões, mas não há corrente, qual o componente responsável por esta pane. Um grande abraço Manoel Antonio

  9. avatar Departamento Técnico disse:

    Prezado Manoel Antonio,

    É com grande prazer que respondemos novamente ao seu comentário.

    No momento em que o aparelho de DVD é ligado, a tensão proveniente da tomada passa por um filtro de rede, que serve para evitar que os pulsos de chaveamento da fonte alcancem a rede comercial, interferindo em outros aparelhos. Após a retificação providenciada pela ponte de diodos, a tensão é filtrada e armazenada no capacitor principal da fonte primária.

    É a própria fonte que gera uma voltagem de referência destinada à alimentação do circuito de chaveamento. As ondas de chaveamento produzidas pelo oscilador saem do circuito integrado, seguindo para a porta (“gate”) do MOSFET, fazendo-o entrar em corte e em saturação em alta velocidade. A frequência de chaveamento varia de fonte para fonte, no entanto, esse valor normalmente fica em torno de 30 KHz.

    As ondas de chaveamento são, então, amplificadas pelo MOSFET e aplicadas ao enrolamento primário de um transformador especial que, induzidas nos enrolamentos secundários, geram diferentes valores de tensões. Essas tensões, que alimentam diferentes estágios do aparelho, são retificadas e filtradas, podendo ainda ser aplicadas a um regulador, para produzir outro valor de tensão.

    •Transistor (drive) dos motores: +12V
    •Motor sled: +5V
    •Motor spindle: +5V
    •Motor da bandeja: +5V
    •Circuitos integrados: + 5V
    •Display: -12V e + 12V
    •Voltagem de referência: 3,3V; 1,7V ou 1,2V (varia de um aparelho para outro)
    •Diodo laser: ± 2V

    A tensão no primário desse transformador é controlada através de um fotoaclopador que recebe uma amostra de tensão de 5 volts, produzida no secundário, e alimenta o LED interno do fotoaclopador. Assim, caso ocorra uma variação da tensão no secundário, o LED iluminará o fototransistor com maior ou menor intensidade, fazendo variar a tensão no circuito integrado. Esse integrado é o que determina a largura de pulso das ondas de chaveamento. Variando a largura de pulso o MOSFET ficará mais ou menos tempo em condução, consequentemente, variando assim os valores de tensões no secundário da fonte. Isto permitirá que a tensão no secundário saia a mais estável possível, muito embora haja casos de alguma tensão ainda receber a ajuda de um diodo Zener para maior estabilidade.

    Um abraço!

    Prof. Mario Limeira
    Coordenador do Departamento Técnico

  10. avatar Maurício L. Cardoso disse:

    Tenho um DVD Philips dvp 3005k que não lê cd nem dvd, os motores estão bons, já troquei a unidade óptica e não resolveu o problema…
    Por favor me ajudem?

  11. avatar Departamento Técnico disse:

    Prezado Mauricio,

    Verifique se a unidade está sendo alimentada, bem como, se o flat cable não está rompido em algum ponto.

    Para testar o flat cable, você pode utilizar tanto o multímetro analógico como o digital. Com o analógico, você deve posicionar o seletor na escala de X1. Já com o digital, a escala deve ser posicionada em 200Ω. As ponteiras do multímetro devem ser colocadas nas pontas de cada trilha do flat. A leitura, em qualquer um dos multímetros, deve ser baixa, ou seja, próximo a zero. Se, em alguma trilha, o ponteiro não deflexionar (no analógico) ou indicar OL (no digital), a trilha está interrompida, necessitando a substituição do flat cable.

    Um abraço!
    Prof. Mario Limeira
    Coordenador do Departamento Técnico

  12. avatar Carlos Campos disse:

    Olá , gostaria de informaçoes sobre a regulagem da unidade otica dos dvds, geralmente dois pequenos trimpots…gostaria de saber exatamente o que acontece com todo o sistema quando se gira cada um deles, pois to tendo muita dificuldade…grato desde já, abs..!!

  13. avatar Carlos Campos disse:

    Peguei um dvd que tava com o spindle de 5v ruim e não lia dvds nem cds…eu dispunha pra repor um de 3v..coloquei e o mesmo só pega dvd muito de vez em quando…regulando nos trimpots consegui deixar funcionando cd comum e cd de mp3, mas dvd começa a ler e depois trava e depois já nem le mais dvd…será possivel que seja a diferença de motor que dária esse problema ou a unidade pode tá danificada coincidentemente junto com o motor spindle…?

  14. avatar Departamento Técnico disse:

    Amigo Carlos,

    Certamente a alteração que você fez, por si só, não iria funcionar corretamente. O motor iria girar todas as vezes que fosse acionado, no entanto, o mesmo, não iria alcançar sua RPM (rotação por minuto) necessária para fazer a leitura das mídias de CD e DVD.

    De imediato, aconselhamos você a colocar novamente, um motor de 5V (motor spindle). Se assim mesmo, o leitor não reconhecer as mídias, faça uma limpeza da unidade e regulagem do trimpot. Para ajustar o trimpot, você deverá proceder da seguinte maneira:

    a) Posicione o multímetro em uma escala de resistência baixa e anote o valor de resistência;
    b) Utilizando uma chave philips posicionada na parte móvel do micro trimpot, verifique se a leitura de resistência diminui no sentido horário ou anti-horário;
    c) Identificado o sentido da variação do valor ôhmico do micro trimpot, reduza 25% do valor anotado no item “a”.

    Ao término desses procedimentos de manutenção, se a unidade óptica voltar a ler as mídias, você obteve sucesso na recuperação da mesma. No entanto, se a unidade continuar não reconhecendo as mídias, ela deverá ser substituída por uma nova. Caso não funcione, troque o leitor.

    Curiosidade: conforme você já deve saber, dentro do leitor, existe um diodo emissor de luz e um foto diodo. Ao diminuir o valor ôhmico do trimpot, você irá permitir que a corrente que circula pelo diodo emissor de luz, aumente. Consequentemente, o diodo emissor de luz irá gerar um feixe de luz mais forte, o que permitirá que as leituras sejam mais precisas, uma vez que a luz deve bater na mídia e então retornar para o leitor. Caso o diodo emissor de luz esteja com seu feixe de luz fraco, a luz que bater na mídia, irá se perder antes mesmo de chegar ao sensor, ou seja, foto diodo.

    Dica: Referente aos dois trimpots, quero lhe dizer que um deles, é o trimpot de foco set (ganho) e o outro é o trimpot de track set (rastreamento). Ambos dizem respeito à calibragem da sensibilidade dos respectivos circuitos de correção de foco e rastreamento

    A seguir, segue uma lista com a corrente ideal para os seguintes modelos de unidade óptica:

    • hfa 151 = (51mA)
    • kss 210A45y31= (45mA)
    • kss 210Ak48 = (48mA)
    • sd 500 = (50 mA)
    • sd 250 = (50mA)
    • k43S206GB = (43mA)
    • k46G84F= (46mA)
    • kss213B = (36mA)

    Observe que existe uma variação de corrente entre um modelo e outro. A medida que a tecnologia evoluiu, a corrente que circula pelo trimpot de foco set e, consequentemente, a do diodo emissor de luz, também foi diminuindo, resultando assim, em economia de energia elétrica.

    Atenciosamente,

    Prof. Mario Limeira
    Coordenador do Departamento Técnico

  15. avatar paulo disse:

    como faço para fazer um Conversor de TV Digital caseiro

  16. avatar Departamento Técnico disse:

    Olá Paulo,

    Infelizmente esse assunto é muito complexo, até porque seriam necessários componentes dedicados como memórias programadas que, atualmente, serão difíceis de ser encontrados no comércio.

    Além disso, com certeza os aparelhos eletrônicos industrializados, como por exemplo, DVD, TV e tantos outros, assim como o próprio conversor digital de TV, teriam um custo muito elevado se fossemos construí-los artesanalmente.

    Atenciosamente,

    Prof. Mario Limeira
    Coordenador do Departamento Técnico

  17. avatar Manoel Antonio da Silva Neto disse:

    Gostaria de saber qual é o substituto do transistor C114-ESR.

    Atenciosamente:
    Manaoel Antonio

  18. avatar Manoel Antonio da Silva Neto disse:

    Tenho um aparelho de som Sony em que o stand by não funciona, o que fazer?

  19. avatar Departamento Técnico disse:

    Prezado Manoel,

    Quero lhe dizer que, com frequência, encontrei aparelhos de som que ficavam somente em stand by e, quando o usuário apertava o botão LIGA também conhecido como POWER, a fonte não armava.

    Isso acontece porque esses aparelhos possuem um estágio de proteção, o qual tem por finalidade impedir que a fonte faça o chaveamento se for constatada irregularidade em algum estágio do aparelho se som.

    Esse defeito pode vir a ocorrer devido a vários fatores, entre eles, podemos citar a alteração ou mesmo curto de algum componente convencional como resistores, capacitores, transistores, etc.

    Segue algumas dicas que serão utilizadas tanto para esse aparelho, como para qualquer outro, uma vez que entendemos que elas são fundamentais para realizar esse tipo de manutenção. São elas:

    Verificar se a chave POWER está alimentada e funcionando;
    Verificar se todos os fusíveis do aparelho estão bons;
    Verificar se os varistores estão bons;
    Fazer uma varredura nas fontes de 12, -12, 7, -7, e 5V; (Essas tensões podem variar de acordo com o modelo do aparelho. Para saber as tensões corretas, consulte o manual)
    Verificar se o regulador de tensão está danificado;
    Verificar se o C.I da fonte de alimentação está sendo alimentado; e
    Verificar se a saída de áudio não está em curto.

    OBSERVAÇÃO:

    Ao verificar a saída de áudio, você pode fazer um teste muito simples, ou seja, remover a saída de áudio e pressionar o botão POWER do aparelho de som. Se o aparelho ligar normalmente, subentende-se que a saída de som estava em curto, e consequentemente, estava “matando” a alimentação do aparelho Esse defeito ocorre, com certa frequência, uma vez que muitos usuários não conectam bem os fios das caixas de som ao aparelho e esses, ao encostarem durante o funcionamento do aparelho, queimam a saída de áudio.

    Certo!

    Qualquer dúvida entre em contato. É uma enorme satisfação poder atender-lhe!

    Prof. Mario Limeira
    Coordenador do Departamento Técnico

  20. avatar Tiago Gontijo Leonel disse:

    Eu estou com uma dúvida sobre a regulagem dos trimpots,eu tentei regular eles mas eu não fiz a medição dos trimpots e agora não estou conseguindo fazer a regulagem deles do modo certo,vc sabe mais ou menos quantos ohms tem cada um deles?
    O aparelho de dvd é philips e o modelo é dvp3005k.
    Desde já agradeço a colaboração.
    Tiago

  21. avatar jobinho disse:

    vcs estao demais com essas dicas valeuuuuu

  22. avatar Manoel Antonio da Silva Neto disse:

    Só tenho que agradecer. Obrigado Deptº Técnico

  23. avatar Departamento Técnico disse:

    Prezado Tiago Gontijo Leonel,

    Respondendo sua dúvida, o método utilizado para fazer o ajuste do trimpot é muito simples, pois basta reduzir 25% o seu valor ôhmico em relação ao valor original.

    Como você movimentou o eixo do trimpot, mas não mediu antes o seu valor ôhmico, existem apenas duas maneiras para ajustá-lo novamente:

    1 – Comparar o valor com o de outra unidade
    2 – Fazer vários ajustes até encontrar o ponto ideal.

    Antes de realizar qualquer um desses ajustes, é importante que você saiba que esse aparelho de DVD possui um histórico de manutenção com varias peças danificadas, as quais, podem comprometer a leitura do CD/DVD.

    Com base em testes realizados pelo próprio fabricante, o defeito mencionado por você ocorreu em 58% dos casos devido ao flat cable e em 18% devido a algum tipo de erro no software do aparelho. Quanto aos demais 24%, temos o leitor óptico, entre outras peças.

    Para testar o flat cable, você pode utilizar tanto o multímetro analógico como o digital. Com o analógico, você deve posicionar o seletor na escala de X1. Já com o digital, a escala deve ser posicionada em 200Ω. As ponteiras do multímetro devem ser colocadas nas pontas de cada trilha do flat. A leitura, em qualquer um dos multímetros, deve ser baixa, ou seja, próximo a zero. Se, em alguma trilha, o ponteiro não deflexionar (no analógico) ou indicar OL (no digital), a trilha está interrompida, necessitando a substituição do flat cable.

    Feito o teste, conecte novamente o flat cable ao conector, tomando os seguintes cuidados:

    Para o posicionamento CORRETO do “cabo flat”, o flat deve possuir uma curva de alívio suave, conforme a figura (clique aqui para ver a figura), evitando assim que flat cable quebre as trilhas quando o “pickup” aproxima do final do curso.

    Agora, se o flat cable não possuir uma curva de alivio, dizemos então que está INCORRETO, uma vez que devido às frequentes movimentações do pickup no final do curso, as trilhas podem se romper, provocando diversos sintomas de leitura. (clique aqui para ver a figura)

    Já, para atualizar o software, você deverá seguir o procedimento descrito abaixo:

    Fazer o download dos arquivos de atualização no formato “ZIP” na internet. O nome desse software é DVP3005K_AOTOM.

    Após o download, o arquivo deve ser descompactado, e renomeado como DVP3005K_78.BIN.bin. Esse arquivo deverá ser gravado em CD, na menor velocidade possível. O titulo desse CD deverá ser LABEL.

    Observações importantes:

    Esta atualização somente deverá ser aplicada para o modelo DVP3005K/BK com o circuito integrado A5954 posição U6 (fabricante AOTOM) no Painel elétrico principal – MPEG (clique aqui para ver a figura).

    DICA: Para cada modelo deve ter seu respectivo software atualizado

    Para finalizar, Tiago, queremos ainda lhe dizer que as peças mencionadas nessa consulta, podem causar os seguintes sintomas durante o funcionamento do aparelho de DVD:

    • Indicação de NO DISC,
    • Congelamento de imagem,
    • Não lê disco MP3 mas lê DVD,
    • Não lê disco DVD mas lê disco de Áudio,
    • Não faz leitura (o disco gira mas não é reconhecido).

    Um abraço!

    Prof. Mario Limeira
    Coordenador do Departamento Técnico

  24. avatar Tiago Gontijo Leonel disse:

    Muito obrigado pela informaçao!
    É isso mesmo que esta acontecendo esta aparecendo a no display
    do dvd a indicaçao de NO DISC.
    Eu já tinha identificado que o cabo flat estava partido e já tinha trocado ele.
    E eu tenho mais uma pergunta, essa indicaçao de NO DISC indica que
    o problema é do software e onde eu vou baixar esse software, no site da philips ou outro site?
    Desde já agradeço a colaboraçao.
    Tiago

  25. avatar Departamento Técnico disse:

    Prezado Tiago,

    A indicação de NO DISC, aparece todas as vezes que o aparelho de DVD não reconhecer a mídia de CD/DVD que estiver sendo reproduzida.

    Conforme já tivemos a oportunidade de lhe mostrar, você já viu que existem inúmeras peças e situações que podem gerar a indicação de NO DISC no display do DVD. Certo!

    Quanto ao software este é disponibilizado pelo fabricante para os postos autorizados através de um sistema de usuário e senha no site (http://www.servicephilips.com.br/gvs/).

    Um abraço!
    Prof. Mario Limeira
    Coordenador do Departamento Técnico

  26. avatar josé dos santos tinto disse:

    gostei deste bate papo a respeito de aparelhos dvd cd ,pois tambem tenho um toca cd cce md3200 que nao esta lendo cd ,a leitora procura cd ela sobe e desce acende o laiser mas nao gira o cd

  27. avatar Alex Macedo disse:

    Como faço para remover o clamp do motor spindle e como efetuar a troca do motor.. Tou com um dvd q desconfio do motor de giro, está com uma rotacao baixa, o laser tenta ler e a rotacao do cd ou dvd é baixa, ta girando os discos mais devagar q o normal impossibilitando a leitura.. Será q pode ser o laser, o cabo flat ou pode ser mesmo o proprio motor. O modelo do dvd player é: Pillips DVP3120K.. Estes dvds sempre causa estes problemas??

  28. avatar Tiago Gontijo Leonel disse:

    Obrigado pessoal do departamento técnico, vcs
    são d+!!!!!!!!!!!!!

  29. avatar Departamento Técnico disse:

    Prezado Alex,

    Para remover o clamp do motor spindle, é necessário colocar duas chaves por baixo do clamp e firmar no motor de modo que você exerça uma dada força para cima, vindo assim, a remover o clamp do eixo do motor.

    Para realizar o teste mencionado no blog com o multímetro analógico, é necessário que pelo menos um dos fios do motor esteja desconectado do circuito. Feito isso, posicione o multímetro na escala X1 de resistência, e encoste as ponteiras do instrumento entre os terminais de alimentação. Com seleção para leitura de resistência, temos certa tensão entre as ponteiras do instrumento, proveniente da sua bateria interna, provocando uma alta rotação do eixo do motor. Também pode ser observada a deflexão do ponteiro, resultado da continuidade da bobina do motor.

    É muito comum acumular poeira no compartimento de CD e quando o mesmo esta funcionado, esta poeira pode vir a entrar na parte interna do rádio, caindo em cima dos motores e do leitor.

    Para o defeito que você menciona, existe uma possibilidade de recuperação do motor. Para tal, solte os fios do motor do circuito e coloque spray desingripante (WD 40) em seu eixo. Feito isso, ligue uma fonte de alimentação de 5 volts de corrente contínua de 500mA entre os fios do motor, respeitando sua polaridade e deixe funcionando por uns 10 minutos. Em intervalos de 2 minutos, você deverá colocar mais um pouco de spray no eixo no motor. Caso isso não resolva, o motor deverá ser substituído, uma vez que a baixa rotação do mesmo, é que está impedindo o leitor de realizar uma leitura precisa.

    Um abraço!

    Prof. Mario Limeira
    Coordenador do Departamento Técnico

  30. avatar matheus. disse:

    oi estou com um pequeno problema para testar um cabo flat, pois seus terminais são muitos pequenos para encostar as ponteiras de prova do multimetro, como fasso para poder testar? e como faço para saber quantas vias tem um cabo flat.

  31. avatar Fernando disse:

    Gostaria opinar que não alcança com colocar as ponteiras com resistência baixa e fazer girar o motor spindle para afirmar que está funcionando corretamente, por mais que eu injete tensão com uma fonte independente ou a mesma tensão da unidade. Este gira mas não significa que esteja em bom estado. Todo spindle tem um valor determinado quando em boas condições de trabalho. Depois com o passar do tempo devido ao trabalho exercido e possíveis variações de temperatura, entre outros, sua resistência interna, ou seja a resistência do bobinado se altera adotando outros valores que vai modificar a velocidade do mesmo. Esta é uma falha muito comum nos aparelhos de DVD. Por exemplo aquí na minha bancada tenho um aparelho DVD philips que le CDs de audio e não le os DVDs. Motivos: A resistência do motor spindle está alterada. Trocado o mesmo todo voltou a funcionar.
    Cheguei aqui por casualidade, muito atrativa a matéria e não resistí opinar. Gostaria que minha opinião fosse tomada como um pequeno aporte.
    Obrigado

  32. avatar Departamento Técnico disse:

    Prezado Matheus,

    Para testar um cabo flat, você pode utilizar tanto o multímetro analógico como o digital. Com o analógico, você deve posicionar o seletor na escala de X1. Já com o digital, a escala deve ser posicionada em 200Ω. As ponteiras do multímetro devem ser colocadas nas pontas de cada trilha do flat. A leitura, em qualquer um dos multímetros, deve ser baixa, ou seja, próximo a zero. Se, em alguma trilha, o ponteiro não deflexionar (no analógico) ou indicar OL (no digital), a trilha está interrompida, necessitando a substituição do cabo flat.

    Um abraço, e conte sempre com o Instituto Padre Reus.

    Prof. Mario Limeira
    Coordenador do Departamento Técnico

  33. avatar Helio b barbosa disse:

    Bom dia tenho experiencia em elet. basica.Meu dvd.portatil.quado ligo roda o dvd.eu percebo que nao esta acendendo o laser,e nao aparece midia na tela.
    As vezes nao esta reconhecendo o dvd.

  34. avatar fabio ramos freitas disse:

    tenho uma tv samsung de 29 polegadas , e ela não ligou mas, levei a um tecnico e ele me falou que o problema era apenas no fusivel queimado, mandou comprar o modelo igual, troquei eu mesmo, ,mas todas vez que ligo ela ele queima os fusiveis, pois oo problema não e o fysivel, levei em outro e ele falou que o problema podiar ser em algum transitor em curto, depois disse que era o flayback…

  35. avatar anselmo duarte gonzales disse:

    gostei do assunto e bom pra se entender melhor de dvd
    só gostaria de saber se há kit pra se usar junto com osciloscopios
    como um cd de teste por exemplo ..?

  36. avatar Departamento Técnico disse:

    Prezado Anselmo:

    Os DVD’s de um modo geral possuem uma maneira de serem diagnosticados com maior precisão.
    Quando um desses tipos de aparelho está com defeito na leitura, a primeira coisa a ser avaliada é se o aparelho lê discos de DVD ou está lendo somente discos de CD (ou vice versa).

    Com base nesse diagnóstico é possível dizer se o defeito está na unidade óptica, ou seja, no Pick-up ou se é no flat cable.
    Nesse caso convém trocar primeiramente o flat cable, pois é um componente de conexão que se movimente junto com a unidade e está sujeito a quebrar seus contatos internos em função desse movimento.

    O teste empregado nas oficinas, por ser mais rápido, é a substituição dessas duas peças. Primeiramente deve-se trocar o flat cable. Se o problema ainda persistir, o próximo passo é a substituição da unidade óptica. Se com a troca dessa unidade o equipamento voltar a funcionar normalmente, fica confirmado que o defeito está na unidade óptica (Pick-up) e o flat cable original está perfeito e deve ser novamente instalado no DVD .

    Outro defeito bastante comum quando acontece erro de leitura é software com falhas ou memória RAM com defeito. Nesse caso a imagem fica “quadriculando”.

    Para consertar um aparelho de DVD, é preciso entender como funciona a rotina de carregamento. Essa rotina de carregamento é determinada pelo processador, pois é ele que irá executá-la sempre que o aparelho for ligado à tomada e inicializado. Assim, se o aparelho não “liga” é possível diagnosticar se é a fonte que está com defeito ou a PCI MPEG.

    Para realizar a análise e diagnostico de defeito de um aparelho reprodutor de DVD, é importante que o técnico tenha em mãos alguns DVD’s para identificar se o problema não é de mídia (DVD).

    Um abraço!

    Prof. Mario Limeira
    Coordenador do Departamento Técnico

  37. avatar ARILSON IVES NAVES disse:

    Tenho um aparelho sony mhc gt222, com o seguinte defeito: o cd começa a tocar e fica parando, volta no mesmo ponto e para. isto em todas as músicas.
    O que pode ser? Já verifiquei os cabos flat, verifiquei o mecanismo da unidade ótica. Será que pode ser o motor spindle? Gostaria de alguma informação, pois as peças de reposição são quase todas importadas e difíceis de se encontrar aqui em minha cidade.

    Gostei muito das informações publicadas no site.
    Obrigado pela atenção e boa noite!

  38. avatar Departamento Técnico disse:

    Prezado Arilson:

    Referente ao defeito no aparelho de som Sony MHC GT222, que você postou em nosso blog, se ele reconhece o disco, faz a leitura e reproduz o som normalmente, as “paradas” que o CD apresenta são normais, pois a unidade óptica efetua a leitura e guarda na memória do aparelho. Assim, quando o que está gravado na memória chega ao fim, a unidade faz nova leitura para que a música não pare.

    Entretanto, se o aparelho não reconhece o disco, (diz-se reconhecer o disco quando apresenta do display, CD, MP3, DVD, etc.) nesse caso, você deve verificar o Spindle. Como você mesmo menciona é o Sled que movimenta a unidade óptica, e, portanto, ele pode estar pesado dificultando a locomoção da unidade e interferindo na leitura.

    Outros componentes a serem verificados nesse circuito são a chave de fim de curso da unidade, o flat da unidade e a própria unidade optica, pois eles são os responsáveis por enviar as informações para o circuito de processamento.

    Para você tirar realmente essa dúvida e assim eliminar a possibilidade de defeito nesse circuito, será necessário ter uma pick-up completa (com unidade óptica e servo motores) e um flat cable.

    Um abraço!

    Prof. Mario Limeira
    Coordenador do Departamento Técnico

  39. avatar julianoap disse:

    tenho um dvd cce não le cd nem dvd, o disco gira mas so aparece no visor NODISc, muito pouco uso mas já deve ter uns 4 anos testei os motore parecem estarem bons ha uma diferença de resistencia entre os dois motores na menor escala do multimetro digital 8,6 cd unidade optica 11,5 na maior escala 9 nos dois isso é normal, no multimetro analogico estão funcionando bem os dois, testei o flat cable não esta rompido nete caso condenaria a unidade,ou pode não ser só ela unidade SFHD65, como pode dar defeito com muito pouco uso?

  40. avatar Departamento Técnico disse:

    Prezado Juliano:

    Normalmente, ao medir a resistência nos motores Spindle e Sled, os mesmo devem apresentar entre 100 e 200Ω, mais comumente, 100 a 150Ω, utilizando um multímetro analógico na escala de X1Ω.

    Entende-se que apresentando uma resistência abaixo de 100Ω o motor Spindle está com defeito. Nesse caso, retire o motor do circuito, dessolde os fios do mesmo e ligue-o em uma fonte externa com tensão nominal igual a do motor. Ao fazer esse procedimento, coloque spray lubrificante nos orifícios do motor e deixe-o ligado por 5 minutos.

    A dificuldade no giro do motor acontece porque com o passar do tempo a poeira entra no aparelho e se aloja em locais próximos do motor. Por ele funcionar com movimento mecânico, o mesmo gera um deslocamento de ar, que faz com que o motor acabe sugando partículas de poeira para o seu interior, causando mau funcionamento.

    Ao colocar spray lubrificante com o motor ligado, devido ao seu movimento de rotação e ao spray, as partículas de poeira saem de dentro desse componente, melhorando assim seu desempenho.

    Vale lembrar que, para fazer o teste do motor Spindle, a gaveta deve estar aberta, para que o apoio do disco não gire junto com o clamp.

    O motor Sled deve apresentar a mesma resistividade, mesmo estando com as engrenagens conectadas ao motor. Sendo assim, se esse motor apresenta uma resistividade menor que 100Ω, devemos retira-lo do circuito e fazer a medição novamente, pois a graxa das engrenagens pode estar seca, dificultando o trabalho do motor, ainda mais se o aparelho encontrava-se a tempo sem uso.

    Se confirmado esse fato, retire as engrenagens que são desmontáveis, pois, em alguns aparelhos de DVD’s, nem todas as engrenagens saem da Pick-up, e limpe a graxa das engrenagens, bem como os eixos onde as mesmas giram.

    Ao colocar graxa novamente, dê preferência para a graxa branca, pois ela não é tão pastosa, sendo ideal para mecanismos.

    Depois que você terminar esse procedimento, coloque o motor novamente no mecanismo com as engrenagens e meça a resistividade novamente, se ficar dentro de 100 a 200Ω, movimentando a unidade para frente e para trás, o motor e o mecanismo está em bom estado.

    Lembre-se que o motor Sled deve apresentar essa resistividade movimentando a unidade optica para frente e para trás.

    O teste do flat cable será mais bem sucedido se você o fizer em outro aparelho com o flat igual e que esteja funcionado. Lembre-se que, se o flat cable for invertido, não funcionará em outro aparelho em que o flat seja normal.

    Outro fator que deve ser levado em consideração é a altura do clamp, pois se esse estiver muito alto ou muito baixo, a unidade óptica não conseguirá ajustar o foco dificultando a leitura do disco.
    Algumas vezes quando há defeitos semelhantes a esse, atualizando o software desse aparelho, o mesmo volta a funcionar.

    Se o seu aparelho possui entrada USB, você pode tentar esse procedimento, para isso basta baixa o software que corresponde ao modelo de seu aparelho gravar somente o arquivo de atualização dentro de um Pen Drive e deixar o restante com o aparelho, pois ele fará o resto.

    Ao fazer esse procedimento você deve se certificar que o software está marcado com o mesmo modelo de seu aparelho, caso contrário não faça a atualização, pois inutilizará o seu aparelho.

    Caso você venha realizar esse procedimento, não desligue o seu aparelho em hipótese alguma, espere que o aparelho termine de se atualizar e ele entrará em stand by ou voltará para a tela inicial.

    Normalmente os defeitos de leitura estão relacionados com os problemas citados anteriormente, sendo assim, se o seu aparelho não funcionar depois de realizar esses procedimentos, que são mais viáveis, talvez seja necessário trocar a unidade óptica.

    Um abraço!

    Prof. Mario Limeira
    Coordenador do Departamento Técnico

  41. avatar anderson disse:

    meu pc ta com a bandeija empenada como faço para desempenar.
    desde ja agradesso ….obrigado:

  42. avatar Jeova disse:

    Vcs sao showwwww……

  43. avatar Jeova disse:

    Ola gostaria muito de saber qual os componentes (no circuito)alimentao os motores ea unidade optica.
    Porque tenho um dvd que o procedimento eo seguinte,o motor de eixo gira um pouco e para,o laser acende mas nao ler.qual procedimento.

  44. avatar Departamento Técnico disse:

    Caro Jeová:

    Os aparelhos reprodutores de CD/DVD são equipamentos muito precisos, que operam sob o comando de um processador.

    Para que você possa concertar o aparelho, é necessário que tenha em mente a rotina de inicialização do mesmo.

    Primeiramente quando o aparelho é ligado e a fonte gera todas as tensões necessárias para o funcionamento de todos os circuitos, o processador, busca informações na memória flash. Ao buscar essa informação, o processador é “informado” que necessita verificar se há algum disco no Pickup.Para fazer isso, o processador manda uma informação na forma de impulsos elétricos ao IC driver. Esse por sua vez tem a função de controlar a velocidade do motor spindle, fazer o foco da unidade, bem como fazer o traking e a movimentação da unidade optica.

    Nesse momento, já podemos identificar um possível defeito, se o motor faz com que o disco gire, e a unidade faz o foco e tem laser, este circuito está funcionando corretamente, porém, se o motor spindle já foi trocado alguma vez ou até mesmo foi colocado algo pesado sobre a tampa do aparelho, o clamp (apoio do disco), pode ter cedido um pouco. Se isso de fato acontecer, a unidade optica não consegue fazer o foco, consequentemente não conseguirá identificar o que há no disco. O mesmo acontece se o clamp estiver muito alto.

    Veja que com a rotina de inicialização do aparelho em mente, podemos diagnosticar mais facilmente os defeitos, pois um circuito depende do outro para poder funcionar.

    Normalmente quando o motor gira, a unidade faz o foco corretamente e o motor sled move a unidade para frete e para trás, é sinal que o driver está bom.

    Outro defeito que pode estar acontecendo é o motor spindle estar sujo por dentro, fazendo com que altere a sua resistividade. Se isso de fato acontecer, o motor não gira o suficiente para que a unidade optica faça o reconhecimento do disco, portanto o aparelho apresenta no display, “No Disc”.

    O motor sled também deve ser verificado, pois se o mesmo não es tiver movendo a unidade suficientemente, a unidade optica não conseguira fazer o traking e a leitura será deficiente.

    Se o processador identificar que a leitura está deficiente e que não é possível continuar a leitura dessa maneira, o processador recebe a informação do driver, na forma de impulso elétrico, que a leitura está deficiente e que não é possível continuar, nesse caso o processador interrompe a alimentação do driver e o mesmo para de atuar, aparecendo no display, “No Disc”.

    Basicamente os defeitos mais comuns que se pode encontrar em um aparelho reprodutor de DVD’s em relação à leitura são esses.

    No caso de sue aparelho ser da marca Semp Toshiba modelo SD7080VK, o processo de reparo desse aparelho é mais complexo e deve ser feita alterações no circuito de foco da unidade, na PCI MPEG, retirando alguns capacitores SMD do circuito. Esse procedimento é especifico desse modelo da Semp Toshiba e a execução dessa tarefa é de grande complexibilidade, pois os capacitores desse circuito devem ser identificados para que não seja retirado nenhum componente por engano.

    Um abraço!

    Prof. Mario Limeira
    Coordenador do Departamento Técnico

  45. avatar marcelo disse:

    gostei muito!
    tenho vontade de aprender a concertar
    obrigado.

  46. avatar Valfrido Braga disse:

    Prezados amigos técnicos: Minha dúvida é: qual dos dois trimpot de ajuste do laser é o de dvd e o do cd, como identificalos, é necessário ajustar os dois ou não.Agradeço de já as devidas respostas.

  47. avatar Anderson disse:

    Se eu medir continuidade nas bobina de um motor trifásico, ela tem que dar continuidade correto? obrigado

  48. avatar Departamento Técnico disse:

    Olá Anderson,

    Você pode realizar dois testes para verificar se um motor trifásico esta queimado:

    Um é com o uso de um ohmímetro e o outro utilizando um teste de lâmpada em série. Esse teste é fácil de montar e usa somente três componentes: aproximadamente 1 metro de fio paralelo de 2,5 mm2 que servirá de cabo de alimentação e ponteiras para o teste; um soquete de lâmpada e uma lâmpada incandescente de 60 watts (a tensão da lâmpada deverá ser a mesma da rede da concessionária) e um plugue.

    Para montar o teste proceda da seguinte maneira:

    Em um dos extremos coloque o plugue. A 40 cm do plugue, interrompa apenas um dos dois fios. Instale nesse ponto o soquete com a lâmpada. O outro extremo desses dois fios serão as ponteiras da lâmpada de teste. Se o plugue estiver conectado a uma tomada e você encostar um fio no outro a lâmpada ascende.

    No teste com o uso do multímetro, o motor não deverá estar energizado, pois do contrário o instrumento será danificado.

    A finalidade do teste é verificar se existe alguma das pontas interrompida medindo a continuidade dos enrolamentos (bobinas). Com o multímetro selecionado na escala de resistência Rx1kΩ (se o instrumento é analógico) ou R 200 (se digital), encoste as ponteiras do instrumento nas pontas de saída das bobinas do motor.

    Caso o motor tenha três (3) pontas de saída das bobinas, verifique se essas pontas dão continuidade entre si (1 e 2) ( 1 e 3) (2 e 3). Se esse motor tem seis (6) pontas abra a ligação e verifique a continuidade entre (1 e 4) (2 e 5) (3 e 6).

    Não estando interrompido verifique se alguma ponta está em contato com a carcaça (ferragem) do motor. Para isso, coloque uma ponta do instrumento de teste na carcaça do motor e a outra ponta passe por todas as pontas (cabinhos) de 1 a 6.

    No segundo teste, usando a lâmpada de teste, o motor também não deverá estar energizado. Entretanto, atente para o fato de que entre as ponteiras da lâmpada teste em série, existe a tensão da tomada onde o plugue de alimentação do referido teste está ligado.

    Também é possível perceber quando uma bobina do motor está queimada, pelo forte cheiro. Nesse caso, ao desmontar o motor geralmente verifique se existe isolação derretida, observe os canais do motor e procure por sinais de aquecimento excessivo que muitas vezes acabam deixando os fios dentro dos canais expostos com a isolação comprometida.

    O fio esmaltado quando queimado pode estar preto ou bem mais escuro, procure ver se os espaguetes (isolantes usados na ligação interna) não estão derretidos.

    Finalmente caso esse motor esteja em curto e aparenta novo, esse curto só será detectado ligando o motor à rede.

    Um abraço!

    Prof. Mario Limeira
    Coordenador do Departamento Técnico

  49. avatar Dany Paulo de Oliveira disse:

    Oi,tudo bem.
    Tenho um toshiba radio, cd e toca fitas onde o cd não funciona só acende o digital mas não entra as musicas, comprei uma unidade optica nova 16 vias mas não adiantou voce sabe por onde faço a pesquisa desse defeito?

  50. avatar Elizelayne Carvalho disse:

    Tenho um aparelho de som da Gradiente DVDokê KAS-520. Ele apresenta o seguinte defeito: Inicia a reprodução de um CD, com 1 min + ou – para, talguns minutos dá continuidade, tocando e parando. Limpei o cabeçote com um cd de limpeza, lavei o cd, substitui o cd por um novo e original e o defeito persiste. O que me aconselham?

  51. avatar david cardoso disse:

    Gostei das dicas POIS INICIEI no ramo da eletronica a poucos meses e tenho duvidas acerca de ap de dvd estou com um cce que não abre sua bandeija o q devo fazer?

  52. avatar Jeferson ferreira da silva disse:

    Tenho um dvd days unidade optica sony ele parou de ler dvd so le cd nao pirata antes disso nao lia nada ai troquei o flat e começou aler cd o que faço para o dvd voltar e se tem diferença um parafuso do outro para regular o trimpot.grato!

  53. avatar Departamento Técnico disse:

    Prezado Jeferson,

    Todas as unidades óticas possuem dois trimpot’s em seu “corpo”. Esses componentes servem para ajustar o ponto de funcionamento ideal de cada unidade. O ajuste é realizado na fábrica e não deve ser alterado sem necessidade.

    Você pode aumentar o ganho de corrente sobre os diodos da unidade ótica efetuando um ajuste nos trimpot’s, isso pode fazer com que uma unidade ótica que não lê CDs ou DVDs, volte a fazê-lo.

    Vale lembrar que esse procedimento limita a vida útil da unidade ótica e só deve ser realizado por profissional especializado, como último recurso.

    Mesmo que o aparelho volte a reproduzir mídias, isso não durará muito tempo e logo você deverá substituir definitivamente a unidade ótica. Isso porque, quando se ajusta o trimpot, estamos diminuindo a resistência entre VCC e a massa (terra), fazendo que circule pelos diodos uma corrente maior. Com esse aumento de corrente, a unidade ótica perde suas características gradativamente.

    Um abraço!

    Prof. Mario Limeira
    Coordenador do Departamento Técnico

  54. avatar RM eletrônica disse:

    Problema com aparelho de som philips fwm 996/71 ele faz a leitura de usb e cd e não toca o som. Mas com a radio Am Fm ele toca. Qual pode ser o defeito?

  55. avatar Orlando disse:

    Na realidade não é um comentário. Tenho três aparelhos de marcas diferentes todos estão com os toca cds pifado. O QUE POSSO FAZER PARA CONSERTÁ-LOS?

  56. avatar domingos disse:

    ola gostaria de saber meu aparelho de dvd gira rapidamente ,o laser oscila mas não reconhece a midia fazendo parar o cd oque aço desde ja agradeço sua atenção.

  57. avatar Departamento técnico disse:

    Ola Orlando,

    Os aparelhos que reproduzem CD’s e DVD’s possuem o mesmo principio de funcionamento. Nesse caso, observe como está o mecanismo, se está empoeirado e com graxa, se tiver limpe-o primeiramente.
    Dê uma olhada na lente da unidade ótica se há poeira, pois caso esteja sujo esta pode a causa do defeito. Caso a lente não esteja suja, não passe nada na mesma. No entanto, para a limpeza desse componente, deve-se ter muito cuidado. Utilize um cotonete seco e passe-o suavemente por cima da lente. Não esfregue, pois a poeira pode arranhar a lente.
    O próximo passo é verificar os motores, esses devem apresentar uma resistividade entre 100 e 200Ω. Medindo-os com um multímetro analógico em escala de X1, o eixo do motor deve girar e apresentar a resistência acima citada, caso a medição esteja abaixo de 100Ω, troque o motor.
    Como o motor spindle (motor que gira o CD) fica exposto à sujeira, deve-se dar atenção especial a ele, pois muitas vezes ele pode ser ele o responsável pela não leitura do CD.
    O motor sled, que movimenta a unidade, pode estar com dificuldade para movê-la em função da lubrificação das engrenagens (graxa seca), nesse caso apresentará erro de leitura.
    Depois que fizer essas verificações e não encontrar nada de errado com esses componentes, substituta o flat cable (cabo flat), que interliga a unidade óptica e a PCI, pois caso uma de suas vias estiver quebrada a unidade não funcionará. Se a troca do flat cable não resolva, troque a unidade, pois certamente ela está com defeito.
    A troca da unidade deve-se ter o máximo de cuidado, pois é um componente muito sensível, até mesmo a descargas eletroestáticas.
    Após colocar a unidade óptica no mecanismo, retire a solda de proteção contra estática, caso essa solda não seja removida, a unidade não funcionará.
    Importante: para retirar a solda de proteção, deixe o soldador esquentar bem, retire-o da tomada, para a remoção da solda, pois a indução da corrente alternada na ponta do soldador pode danificar a unidade.

    Um abraço!

    Prof. Mario Limeira
    Coordenador do Departamento Técnico

  58. avatar Departamento Técnico disse:

    Olá Domingos,

    Os aparelhos reprodutores de DVD’s funcionam com um circuito muito crítico de correção. Sendo assim, se o disco estiver muito arranhado o aparelho não reconhecerá a mídia.

    Antes de colocar o disco na “gaveta” do aparelho, ligue-o e verifique se a unidade óptica se movimenta para frente e para trás e se a mesma ajusta o foco (levanta e baixa a lente). Caso a unidade não esteja fazendo isso, a mesma deve ser substituída.

    Esse defeito pode ocorrer se o motor sled (motor que movimenta a unidade) não estiver em boas condições. Nesse caso, a unidade óptica começa a fazer o reconhecimento do disco, mas o motor não movimenta a unidade para que a mesma consiga dar continuidade na leitura.

    Se o problema se encontra no motor sled, faça uma limpeza no mecanismo, e meça a resistividade de motor, utilizando para isso um multímetro analógico posicionado na escala de X1. O eixo do motor deve girar e a resistência encontrada deve ficar entorno de 100 a 200Ω.

    Caso o defeito não esteja no mecanismo, verifique a conexão do flat cable com a PCI MPEG do aparelho e a unidade. Se possível, troque o flat, pois como ele é um componente que se move junto com a unidade óptica, fica vulnerável a torções e esforços mecânicos, podendo quebrar alguma de suas vias.

    Se o defeito não estiver no flat cable, então você deve trocar a unidade óptica, pois certamente esse componente estará com defeito. Embora a unidade emita o raio laser e faça a correção de foco, os fotos diodos podem estar com defeito, não emitindo o sinal para os circuitos responsáveis.

    Um abraço!

    Prof. Mario Limeira
    Coordenador do Departamento Técnico

  59. avatar André aguiar da silva disse:

    queria saber como medi no multimetro analogico o micro motor do prato do microondas para saber se ele queimou ou esta funcionando e qual a tensão que ele esta ok muito obrigado por isso é só

  60. avatar Departamento Técnico disse:

    Olá André,

    Para efetuar a medição do motor que gira o prato do micro-ondas, basta você colocar o instrumento na escala de X1KΩ e verificar a leitura, que deve ser entorno de 1KΩ a 15KΩ, para um motor em boas condições.

    Caso o ponteiro do multímetro deflexione até o zero, as bobinas do motor estão em curto circuito. Porém, se o ponteiro do instrumento não se mover, a bobina está aberta. Em ambos os casos, o motor deve ser substituído.

    Você pode fazer o teste desse motor utilizando o circuito série e conectando-o à rede elétrica, pois esse motor possui tensão de funcionamento de 127 ou 220V. Ao ligar o motor no circuito série, se o mesmo funcionar normalmente, se encontra em bom estado, porém, se a lâmpada série acender, o motor está em curto circuito. Caso o eixo do motor não gire e a lâmpada série permaneça apagada, a bobina do motor está aberta.

    Lembre-se: o teste com o circuito série possui a tensão da rede elétrica, podendo causar choque elétrico, por isso, sempre que utilizar esse circuito para essa finalidade, manuseie o circuito com muita atenção.

    Um abraço!

    Prof. Mario Limeira
    Coordenador do Departamento Técnico

  61. avatar rubens santos disse:

    gostaria de saber aonde conseguir placas extensora para flats cable para fazer testes nos aparelhos fora do compartimento dos aparelhos. obrigado.

  62. avatar moises disse:

    Mestre

    Se a bandeija que fica no eixo do motor (spindle) que gira o disco estiver levemente empenada (notei que está empenada) o disco pode nao rodar com a velocidade necessária para a leitura? Digo isto pois o motor gira muito lento e dá “no disk” no display. Troquei o cabo flat, a unidade ótica, o motor (spindle). Não quero mais gastar no aparelho. BRITANIA USB GAME

    Grato pela atenção

  63. avatar ARILSON IVES NAVES disse:

    Boa Noite,
    Estou com um televisor Philips em minha oficina, com o seguinte problema:
    A imagem fica normal no fundo, passando linhas retangulares vermelha, amarela e verde na frente, tipo interferência. Já testei vários componentes e não consigo identificar o problema. Seria circuito de vertical, croma ou horizontal. Gostaria de uma dica para resolver o problema. o televisor é do seguinte modelo: 14GL1314.

    Sem mais para o momento, agradeço e aguardo resposta.

    Arilson.

  64. avatar saulo suzuki disse:

    Gostei, parabéns.
    Por gentileza TENHO UM DVD amvox modelo amd 275 o motor oscila a rotação e para torna a girar ate o máximo e para novamente. Podem me ajudar?
    Grato

  65. avatar Departamento Técnico disse:

    Olá Moises,

    É comum encontrarmos o clamp empenado, devido a uma pancada sobre o aparelho ou, talvez por um objeto que tenha caído sobre o mesmo.

    Quando a unidade inicia a leitura do disco, o circuito do driver corrige o foco da lente e o tracking e se o clamp estiver empenado, o disco ora estará mais baixo, ora estará mais alto, no ponto do foco da unidade. Sendo assim, o circuito de correção de foco não consegue corrigir esse erro e, como consequência, o motor Spindle não gira corretamente , apresentando na tela do televisor, “no disk”.

    Se você tem um clamp igual ao do aparelho mencionado, você pode substituir o mesmo, porém observe a altura do clamp em relação à lente da unidade óptica, caso fique muito para cima, a unidade não conseguirá fazer a correção de foco. O mesmo acontece se o clamp ficar muito baixo.

    Remova o clamp com cuidado, pois em algumas pick-ups o eixo do motor é longo e facilmente entorta quando tentamos removê-lo.

    Um abraço!

    Prof. Mario Limeira
    Coordenador do Departamento Técnico

  66. avatar ciro disse:

    Alguém sabe como fazer o controle de um motor de cd-rom, ou seja, quero para depois fazer ele mudar de rotação.

  67. avatar jessé disse:

    Camarada suas dicas são uteis,pena que os colegas ou seja a maioria dos colegas não lê com ateção pois observei que tem bastante pergunta repetida mais respeito o direito de cada um;o meu problema e diferente o aparelho e eletrolux e a principio le5,6 musicas normal dai pra frente partes da imagem treme fica tipo mosaico me faz lembrar os antigos video kasset,sera algo no softhwer?
    att: Jessé
    fica com DEUS.

  68. avatar Departamento Técnico disse:

    Jessé,

    Os aparelhos de DVD são um tanto complexos para se entender. Veja bem, para que a imagem e o áudio sejam reproduzidos perfeitamente é necessário que haja um equilíbrio entre a rotação do disco, o avanço da unidade óptica e o foco da unida, ou seja, o alinhamento correto da mesma (tracking).

    Suponhamos que o motor spindle não esteja bom, nesse caso a rotação do disco diminuirá, essa diminuição da rotação provocará um atraso na leitura da trilha, caracterizando a imagem tipo mosaico.

    Esse mesmo defeito também pode ocorrer se o motor sled (motor que movimenta a unidade) estiver com defeito, pois se o motor spindle estiver com sua rotação normal e o sled demorar em avançar a unidade, também ocasionará um atraso na leitura.

    Em ambos os casos a unidade óptica perde o foco e tenta corrigi-lo novamente, porém como um dos motores (ou os dois) está com defeito, a unidade não consegue fazer a correção do foco.

    Por isso, antes de condenar a unidade óptica, devemos fazer uma avaliação criteriosa na pick-up, desmontar o mecanismo as engrenagens e limpa-las, removendo a graxa velha, que pode fazer com que o movimento das engrenagens seja dificultado.

    Depois de fazer essa avaliação e a correta limpeza do mecanismo, devemos substituir o flat cable, pois é um componente que está em constante movimento e pode acontecer do mesmo estar quebrado e, dependendo da posição que a unidade se encontra, apresentar defeito e perder a comunicação com a PCI MPEG, caracterizando o defeito.

    Defeitos de software também podem comprometer a leitura de CD’s e DVD’s. Nesses casos, para os aparelhos em que a fabrica disponibiliza o software, deve ser feito o procedimento de atualização.

    Vale lembrar que defeitos na leitura podem ser causados por falha da memória EPROM ou ainda por defeito na memória SDRAM.

    Observe que, por causa de um defeito na leitura, pode haver várias possibilidades causadoras de problema nos aparelhos DVD’s. Por isso é importante que se saiba a rotina de inicialização do aparelho, pois assim poderá, mais facilmente, seguir uma linha de raciocínio que o levará ao estágio causador do defeito.

    Um abraço!

    Prof. Mario Limeira
    Coordenador do Departamento Técnico

  69. avatar Rosangela Veloso disse:

    Boa Tarde!

    Caro, amigo Mario….

    Preciso de sua ajuda! Comprei o aparelho DVP 3005 DVD Player da Philips…
    Percebi que este modelo da muito problemas…
    Nao conheço uma pessoa que teve ou tem, esteve com problema e ate no lixo chegou a jogar…
    Pois, o problema e sempre o mesmo. Normalmente ele esta funcionando legal, ao colocar o cd ele simplesmente trava e nao faz leitura, o resto do procedimento ocorre tudo bem, ao apertar play ele faz barulho de que ira girar e trava e no visor aparece no disc, load e outros nao vai, ja mandei arrumar, volta a funcionar mas os problemas sao sempre o mesmo… As vezes acho que e po, abro assopro, tudo passo contonete no cristal, ele volta a funcionar e dependendo da posiçao tranquilo, como nada tivesse acontecido… Depois recomeça tudo de novo, nao aguento mais, ja levei na tecnica quando tinha garantia… Depois que passou o prazo ja levei, sempre volta bem e depois retorna com o mesmo problema sempre, nao aguento mais, ta novinho. Primeiro porque zelo pelas minhas coisas, segundo porque mau uso com esse problemas?! O que fazer? O que acha que é? Devo desfazer dele? Tenho receio de levar e me enganar tirando peças boas e colocando ruins ou o problema ser simples e me cobram horrores e nao solucionam o problema?! Me ajude…. Abraços e beijos.

  70. avatar Departamento Técnico disse:

    Olá Rosangela,

    Os aparelhos de DVD às vezes são complexos de se concertar. O defeito que você menciona – ao colocar a mídia o aparelho simplesmente trava e não faz leitura – pode ser simples de resolver, como por exemplo, se o defeito for na unidade óptica ou nos motores Spindle e Sled.

    A primeira coisa a se verificar quando esses aparelhos apresentam esse tipo de defeito é se o motor Spindle está girando corretamente, se a unidade óptica se move normalmente e se o flat cable não está quebrado.

    Nos DVD’s é muito comum o motor Spindle apresentar defeitos, pois a lubrificação interna do motor, juntamente com partículas de poeira, faz com que o eixo do motor tenha dificuldades para girar, ocasionando falha na leitura.

    Para identificar esse defeito, é muito simples. Com o auxilio de um multímetro analógico, faça o ajuste zero do instrumento utilizando a escala de X1Ω. Depois de ajustar o instrumento encoste as ponteiras do mesmo nos fios do motor, o mesmo deve começar a girar e a leitura no instrumento deve ficar entre 100 e 200 Ohms. Se obtiver uma medida abaixo de 100 ohms, o motor deve ser substituído.

    O motor Sled, que movimenta a unidade óptica, também deve ser verificado, pois se a lubrificação das engrenagens estiver muito seca, provocará certa dificuldade na locomoção da unidade, ocasionando um atraso na leitura. A verificação do motor Sled deve ocorrer da mesma forma que a do motor Spindle.

    Outro fato a ser observado é que a leitura do disco se dá pela unidade óptica, e os sinais de áudio e vídeo são enviados para a PCI MPEG através do Flat cable. Esse Flat, como o mesmo está em constante movimento junto com a unidade óptica, fica vulnerável a quebra de suas vias devido aos esforços mecânicos e por isso deve ser verificado também.

    Todos esses passos devem ser verificados antes da troca da unidade óptica, pois como a mesma possui um custo mais elevado, primeiro nos certificamos que o restante do mecanismo não apresenta defeitos.

    Como a unidade óptica de seu aparelho faz a leitura das mídias, você deve fazer o seguinte teste: coloque uma mídia de DVD e fique observando se apresenta defeito. Se apresentar defeito, retire o DVD e coloque uma mídia de CD de musicas e observe se apresentará erro de leitura – quando o defeito é na unidade óptica, normalmente é comprometida a leitura de DVD’s, e a leitura de CD’s continua funcionando normalmente.

    Há casos em que a unidade apresenta defeitos nas leituras de ambas as mídias, o que não é muito comum, mas se você observar que não há laser troque o flat cable para testar, se ainda assim não tiver laser na unidade, a mesma deve ser substituída.

    Outro detalhe a se observar é se a unidade óptica faz o ajuste de foco, movendo sua lente para cima e para baixo. Se o laser acender, mas a lente não se mover para cima e para baixo, a unidade deve ser substituída, pois embora o laser acenda a mesma não conseguirá corrigir o foco.

    Esses diagnósticos são em relação ao mecanismo de leitura do aparelho, mas o aparelho pode apresentar defeitos na memória RAM, o que ocasionaria defeito semelhante, defeito no circuito de correção de foco, defeito na memória EPROM e até mesmo no IC driver, que controla os motores.

    Algumas vezes, ressoldando o processador, a memória RAM, memória EPROM, o aparelho volta a funcionar corretamente, pois pode haver alguma solda fria em um dos terminais, ocasionando esse defeito.

    Para esses últimos casos, deve-se ter um bom aparato de ferramentas, lente de aumento e tomar medidas de proteção contra descargas eletroestáticas.

    Um abraço!

    Prof. Mario Limeira
    Coordenador do Departamento Técnico

  71. avatar Helio disse:

    Boa tarde,

    Prof. Mario,

    Tenho um DVD Samsung r170, com mecanismo ts-p632 que não abre a gaveta e não reconhece a mídia. Antes, ao ligar, aparecia ON e depois LOAD. Agora, aparece ON e depois AV1 e logo em seguida uns tracinhos assim –:– Depois que o player termina a tentativa de leitura ele repete tudo na mesma sequência. Realizei os testes nos motores do leitor ótico, do disco e da gaveta. Porém, ficou uma dúvida, a primeira coisa que fiz foi testar o motor da gaveta, antes de tudo, eu já realizei uma lubrificação seguindo suas orientações. Ao colá-lo novamente no mecanismo, removi um dos terminais do motor e apresentava resistência de 12 ohms sendo que com a gaveta aberta ele consegue fechá-la, mas com a gaveta fechada ele não a abre. A minha dúvida é, a tensão e a corrente do multímetro analógico são suficientes para fazer o motor abrir a gaveta? Eu só consigo abrir a gaveta, manualmente, através de uma espécie de alavanca que fica na parte debaixo do mecanismo do player. Os outros dois motores aparentemente estão executando normal. Alguma sugestão?

  72. avatar Departamento Técnico disse:

    Prezado Helio,

    Os aparelhos de DVD possuem uma rotina de inicialização. Sendo assim, sempre que o aparelho for ligado, fará a mesma coisa.

    A verificação dos motores da pick-up é essencial, mas, em alguns aparelhos, os motores podem ser de passo, sendo assim, não há como testá-los. Vale lembrar que a resistividade encontrada nos motores da pick-up deve ser de 100 a 200 ohms, sendo que uma resistividade abaixo de 100 ohms caracteriza um motor defeituoso.

    O multímetro analógico não possui capacidade de fazer com que a gaveta do aparelho abra, pois para isso é necessário que o mecanismo mova uma parte para que seja acionada a chave que indica que a gaveta está aberta e baixar a pick-up. Porém, para fechar a gaveta, a pick-up já está baixa, sendo assim, ao colocar as ponteiras do instrumento nos terminais do motor, a gaveta se moverá livremente antes que a pick-up levante, nesse caso, a gaveta só forçará depois que a mesma estiver em movimento.

    Isso acontece porque quando a gaveta é aberta, o peso da pick-up influencia para que o motor “arranque”, mas, com a gaveta aberta, não há o peso da pick-up logo na arrancada, por isso é possível fechar a gaveta com o multímetro, mas geralmente não se consegue abrir, utilizando o instrumento.

    Se esse aparelho é um gravador de DVD, pesquise na internet o firmware do aparelho, pela marca e modelo do mesmo.

    Tendo em vista que você já tenha feito uma análise do aparelho, como os motores, verificação se há laser e se a lente da unidade faz o foco, seria interessante que você baixasse o firmware do aparelho, antes de trocar qualquer componente.

    O firmware é uma atualização de software que o fabricante disponibiliza quando alguns defeitos apresentados pelo aparelho têm relação com o software nele gravado, sendo assim, muitas vezes uma atualização resolve o defeito do aparelho.

    Uma dica: certifique-se de que o firmware realmente é o do aparelho que você tem, pois caso coloque um software não compatível com o modelo, o aparelho ficará inutilizado. O mesmo acontecerá se no momento da atualização faltar luz, pois o software se corrompe, ai só trocando a PCI MPEG completa ou a memória flash.

    Um abraço!

    Prof. Mario Limeira
    Coordenador do Departamento Técnico

  73. avatar José Antonio C. Vidal. disse:

    Caro Prof, sou muito interessado em Eletrônica desde garoto, vim procurar e gostei muito do que encontrei, informaçoes sobre os motores,splinde i sled, em poucos minutos aprendi muito com o Sr. muito Obrigado Deus o abençoe,,,,

    Tempos atrás, adquiri, um toca-cds de auto que uns amigos trouxeram da Holanda , normal até aí,,, Marca Clarion, bonito de se ver…só que em pouco tempo o flat cable da frente escamoteável quebrou -se , procurei, procurei, não encontrei, cabo de 16 vias, desisti de procurar, será que agora ? Quem souber de algo similar , ou onde posso encontrar um por favor me avise OK ?

  74. avatar silvio disse:

    ola . estou com um dvd da cce. o motor esled não gira. ja troquei mas continua do mesmo jeito, o leitor otico esta normal com seu feixe de lus . ja troque o cabo flet. e ainda o motor não gira coloco o disco dvd a unidade otica faz todo o percurso co o laise mas o dvd não roda. me ajude por favor

  75. avatar silvio disse:

    so corrigindo o motor eo spindle . estou com um dvd da cce. o motor splind não gira. ja troquei mas continua do mesmo jeito, o leitor otico esta normal com seu feixe de lus . ja troque o cabo flet. e ainda o motor não gira coloco o disco dvd a unidade otica faz todo o percurso co o laise mas o dvd não roda. me ajude por favor

  76. avatar Departamento Técnico disse:

    Prezado Silvio,

    O drive de CD / DVD possui poucos componentes, basicamente é formado pelo motor spindle e sled, motor da gaveta e as bobinas da unidade óptica, tracking e foco. Quem efetua o controle desses componentes é o IC driver, que pode ser um AM5668, AM5669, AM5680 ou ainda, AM5888.

    Para diagnosticar esse defeito, basta colocar um disco na unidade de CD / DVD e medir a tensão nos terminais do motor spindle. Se em nenhum momento houver tensão nesse motor, revise as soldas nos conectores entre a PCI e o driver de CD / DVD, pois podem estar defeituosas.

    Depois que revisar as soldas, teste novamente o aparelho para ver se o motor irá funcionar. Se, mesmo assim, o spindle não girar, ressolde o IC driver, que pode ser qualquer um desses mencionados acima. E se, mesmo depois de ressoldar o IC, o motor spindle não girar, sem dúvida nenhuma, o IC driver está com defeito. Nesse caso, só substituindo esse componente para o aparelho funcionar.

    Um abraço!

    Prof. Mario Limeira
    Coordenador do Departamento Técnico

  77. avatar Juvenil ferreira campos disse:

    esto com uma TV sempre u15 sô fica com lede aceso e não liga se poder me ajuda obigado

  78. avatar Alex Macedo disse:

    Estou com duvidas em trocar um motor do disco de um equipamento da toshiba modelo tr8167cd, cujo motor do disco ao ser testado com o multimetro analogico, o ponteiro move e vai quase a zero e volta a marcar uma resistencia até 9 ohm de forma intermitente, o giro do motor fica variando e o ponteiro do multimetro indo para as baixas resistencias e voltando. Será q precisa trocar o motor pq quando coloco o cd pra tocar, gira normal, ouço o disco ate o fim, coloco outro disco pra tocar e percebo q o motor tem dificuldades para girar o disco pq unidade optica faz um ruido estridente como se o disco nao querer girar com a rpm total e tbem o motor eu nao encontro em nenhuma assistencia tecnica pq o motor é soldado junto a placa q tbem esta junto com o motor sled. O q fazer??

  79. avatar Departamento Técnico disse:

    Olá Alex,

    Ao testar o motor spindle, o mesmo deve apresentar uma resistividade de 100 a 200Ω, girando normalmente. Essa resistividade se dá com a gaveta aberta ou, no caso, com a tampa do aparelho aberta, para que a peça que centra o disco no clamp (apoio do disco no eixo do motor), não esteja em contato com o próprio clamp.

    Você pode tentar lubrificar o motor para ver se o mesmo melhora, utilizando para isso o spray WD40, ou qualquer outro que seja desengripante e lubrificante. Coloque o spray e deixe o motor ligado em uma fonte de 9V por uns cinco minutos. Se o defeito persistir, o motor deve ser trocado.

    O motor spindle pode ser encontrado em lojas que trabalham com material eletrônico, pois esses componentes costumam apresentar defeitos como este. Mesmo que esse motor seja soldado diretamente na PCI é possível encontrar um novo.

    Você pode procurar esse componente em uma autorizada Semp Toshiba, pois certamente eles conseguirão com a fábrica, por encomenda.

    Uma dica importante, leve o motor que está com defeito junto com você, pois dessa forma fica mais fácil identificar o componente. Se você tiver que retirar o clamp do eixo do motor para colocar no outro, cuide, pois esses, motores tem eixo longo e o mesmo pode entortar muito facilmente.

    Um abraço!

    Prof. Mario Limeira
    Coordenador do Departamento Técnico

  80. avatar Antonio disse:

    Eu tenho um minisistem da LG e o cd player começa a tocar a 1 faixa e logo depois se perde pensei a principio que fosse a unidade otica, porem ao substitui-la o defeito permaneceu. Percebi entao um super aquecimento no ci drive do motor spindle/sled. Desliguei o aparelho e esperei o ci esfriar e voltei a ligar, e notei que o problema aparece logo apos o aquecimento do ci drive.
    Desliguei o spindle para fazer um teste e o ci nao aqueceu mais. Esse motor poderia estar com baixa isolação por exemplo e estar consumindo corrente em excesso??

  81. avatar Paulo Duarte disse:

    Por favor respondam a pergunda do saulo suzuki, é que estou com um dvd com problema igual ao dele.

  82. avatar Departamento Técnico disse:

    Olá Paulo,

    Todo aparelho microprocessado possui uma rotina de inicialização, o aparelho DVD não é uma exceção.

    Quando você liga o aparelho à rede elétrica, o mesmo entra em stand by. Nesse momento, há alimentação nos circuitos integrados, inclusive no processador. Ao dar um Power on no aparelho, o processador busca as informações que estão armazenadas na memória flash, como se estivesse carregando o sistema operacional de um computador.

    Depois que as informações são lidas, a primeira coisa que o processador identifica é o que está armazenado na memória RAM. A partir dessas informações é feita uma comparação com a mídia que está na pick-up, se as informações coincidirem, a mídia começa a ser “rodada” onde a mesma foi interrompida.

    Antes de o disco começar a rodar, o processador identifica o posicionamento da chave da pick-up, que deve estar fechada, e também a chave de posicionamento da unidade óptica.

    Como você pode notar, chegamos à parte em que o processador envia o comando para o ic drive iniciar a leitura. Se houver qualquer erro, o primeiro passo a ser tomado é a revisão do motor spindle. Esse motor pode estar com a impedância de suas bobinas alteradas, fazendo com que haja menos rotação no disco e isso provoca um atraso no tracking e no foco da unidade óptica, fazendo com que a imagem fique estática (parada).

    Outro componente que pode ocasionar esse mesmo problema é a própria unidade óptica. Se a bobina de foco estiver queimada ou não estiver sendo acionada, o disco vai girar, mas, como não é possível fazer o foco, o CD para de rodar novamente. Nesse caso é fácil de observar se a bobina de foco está queimada ou não, basta observar se a lente sobe e desce quando a unidade está fazendo a leitura, se isso não ocorrer, a bobina de foco está queimada, e para resolver o problema é necessário que se troque a unidade óptica.

    O motor sled pode apresentar defeitos também, mas não é tão comum. O ideal é que, se for verificar defeitos na pick-up, faça uma limpeza na mesma, pois como a gaveta abre e fecha, acaba por trazer o pó do ambiente para dentro do aparelho, que se mistura com lubrificante das engrenagens e vira uma pasta, fazendo com que o conjunto trabalhe com dificuldades.

    Um abraço!

    Prof. Mario Limeira
    Coordenador do Departamento Técnico

  83. avatar Guilherme disse:

    Parafusando a barra que segura o leitor do play 2 eu apertei demais e acabei furando o flat do motor, fez um furo mesmo. Depois disso ele não funcionou, cheguei até trocar o leitor, que por sinal tambem estava bem ruizinho, mas mesmo assim não voltou. Esse furo foi bem no meio do flat, seu eu troca-lo ele volta a funcionar? guilhermeabritto@ymail.com.br

  84. avatar Selma Souza disse:

    Olá pessoal, como consertar a tampa do compartimento de cd
    que não fecha ? É um rádio com cd CCE.
    Agradeço muito se me ajudarem.
    Selma

  85. avatar Departamento Técnico disse:

    Olá Guilherme,

    O flat cable é quem leva as informações para o circuito de processamento e recebe a alimentação para a unidade óptica funcionar.

    Ao furar o flat, algum ponto de informação, ou alimentação, ficou faltando, por isso que seu Play não funcionou mais, no entanto, se você tivesse trocado apenas o flat, o aparelho deveria voltar a funcionar.

    Veja que na unidade óptica, deve haver um pingo de solda curto circuitando os fotos diodos, pois esses componentes são sensíveis à eletricidade estática.

    Caso tenha trocado a unidade óptica e não tenha retirado esse pingo de solda, mesmo trocando o flat o aparelho não irá funcionar. Para que ele funcione você deve retirar essa proteção. Esse procedimento deve ser feito de maneira correta, deixando o soldador, ou estanhador como também é conhecido, aquecer bem, retira-lo da tomada e, enquanto quente, retirar o pingo de solda de proteção.

    A retirada do soldador da tomada é necessária porque, como a resistência é feita de fios enrolados, o mesmo gera um campo magnético ao redor da ponta do soldador, esse campo magnético pode induzir certa tensão nos fotos diodos que, mesmo em pequena quantidade, pode ser o suficiente para danificar a unidade óptica.

    Trocando o flat cable, e fazendo o procedimento de retirada da solda, certamente seu vídeo game irá voltar a funcionar.

    Um abraço!

    Prof. Mario Limeira
    Coordenador do Departamento Técnico

  86. avatar Ronaldo disse:

    boa tarde, amigo, tenho um cd player pioneer para 5 cds, modelo PD-M730, e do nada parou de rodar o cd, fiz alguns testes como o leitor que quando ligo e mostra um faixo de luz vermelha, fiz os testes dos dois motores do disco e do leitor e estao funcionando, mas isso fora do aparelho, quando coloco novamente percebi que o motor nao roda do cd, oque cera que pode ser, obrigado Ronaldo

  87. avatar leonardo disse:

    Tenho um dvd player philips, aparece a informação no disc, notei que seu motor spindle nao roda, mas se houver um impulso com a mão por exemplo o motor começa a rodar e este dvd passa a funcionar normalmente, o que devo fazer?

  88. avatar Brendo Dias disse:

    Tem um dvd da philips aqui em casa que só lê alguns cds é não ta lendo dvds.
    Será que é a unidade otica?
    Abraço.

  89. avatar Departamento Técnico disse:

    Olá Brendo,

    É bem provável que o defeito seja na unidade óptica. Você pode tentar fazer a limpeza da lente com um cotonete macio e álcool isopropílico.

    Pegue o cotonete, puxe um pouco do algodão para que ele fique mais macio, molhe bem no álcool isopropílico e passe na unidade com bastante cuidado. Depois de limpo, você pode esperar por algum tempo que o álcool evapore sozinho, ou usar um secador de cabelos na menor temperatura para acelerar o processo.

    Outros defeitos comuns que podem gerar essa falha são: a velocidade do motor não está adequada (para ler DVD, geralmente o motor tem que girar mais rápido); falha nos cabos flat que ligam a unidade na placa main; ou falha na memória não volátil (EPROM ou EEPROM). Mas essas causas são menos prováveis.

    Um grande abraço,

    Departamento Técnico do Instituto Padre Reus.

  90. avatar Brendo Dias disse:

    Bom Dia!
    Efetuei a limpeza, porém ela tenta ler o dvd mais é possivel escutar uns “estalinhos” nela quando ela tenta fazer a leitura provavelmente deve ser a unidade optica mesmo.
    Abraço

  91. avatar Cacau disse:

    -Caro amigos.. seria possivel adaptar em meu equip cd play uma leitura MP3 , no qual o meu formato e WMA nao ler mp3, existem diferencas entre as unidades oticas… e o Processador muda algo…

  92. avatar Ademir disse:

    boa tarde! por gentileza gostaria de uma informação se possível tenho um dvd da booster tela retratil só que ao colocar o cd o mesmo nao entra e nem dá sinal algum, pelo que vi onde roda o cd está um pouco abaixo que é o que dificulta a entrada do dvd, o motor spindle nao possui os dois fios ele é uma placa embutida com conexao para o cabo flat, se puder me dar uma dica dos testes a fazer fico grato ou saber tbm se é o cabo flat? fico no aguardo

  93. avatar jb mantovani disse:

    O motor spindle do meu dvd player philis dvp3200x-78 ameaça girar mas para
    logo em seguida quando coloco um dvd na gaveta. O que pode estar ocorrendo? Por favor professor me ajude.
    Grato.

  94. avatar Departamento Técnico disse:

    Olá Mantovani,

    Analisando o defeito que você mencionou, quando o motor spindle do aparelho de DVD inicia o processo de rotação e, em seguida, perde este movimento, é necessário que o mesmo seja substituído.

    Nesses casos é muito comum o motor perder a rotação devido ao seu desgaste natural, pois é ele que, durante todo o funcionamento do aparelho, movimenta a unidade no momento da leitura.

    Um grande abraço,

    Departamento Técnico do Instituto Padre Reus.

  95. avatar clelia m. lopes disse:

    oi meu ps2 parou de funcionar . na verdade ele liga e aparece a tela de configuração , o leitor e nem os motores funcionam. no começo achei que seria o sensor da tampa . mais olhei o de um amigo eo dele mesmo com a tampa aberta os motores dão sinal o meu não. levei no técnico e ele disse que não tem concerto . gostaria de saber se e verdade . ps: ele ficou assim depois que coloquei um cabo usb e deu uma faísca. desde já muito obrigada

  96. avatar vilmar disse:

    oi eu pesso sua ajuda meu radio cd cee ta com um poblema na hora que ligo o cd o motor do cd empurra o leitor ate o canto do meio e tranca e continua girando oque pode ser eu ja testei o cabo flat e outros cabos mas nao tao rompidos oque pode ser?

  97. avatar Departamento Técnico disse:

    Olá Vilmar,

    Em aparelhos de CD, é muito comum ocorrer defeitos relacionados à leitura, pois a unidade óptica e os demais componentes desse circuito são muito sensíveis. Para solucionar esse defeito, o primeiro passo é trocar o cabo flat, se houver um rompimento em uma de suas vias ocasionará a falta de comunicação entre a PCI principal e a unidade óptica.

    Depois de fazer esse procedimento, se ainda persistir o defeito, o técnico pode ir para o segundo passo que é verificar o motor do disco e as engrenagens, pois o motor tem que funcionar em alta rotação e as engrenagens em sincronia uma com as outras, fazendo corretamente o percurso da unidade.

    Em último caso, não solucionando o defeito, deve-se trocar a unidade óptica. É importante que, ao efetuar a troca, seja removido o pingo de solda que se encontra em seu corpo. Esse pingo bloqueia a unidade, pois a mesma é vulnerável à eletricidade estática do nosso corpo.

    Certamente fazendo todos esses procedimentos citados acima, você obterá êxito em seu conserto.

    Um grande abraço,

    Departamento Técnico do Instituto Padre Reus.

  98. avatar vilmar disse:

    obrigado pela dica eu vo fazer isto um abraço

  99. avatar diego disse:

    ola
    eu queria saber por q aplaca model-fwm996 ,philips não funciona nada mas as fontes estão em ordens certa cada uma delas esta funcionando bem,mas o micro nela não funciona e esquenta,acho q já era a placa alguma opinião para me ajudar a acha a placa?

  100. avatar segemitu mario buniya disse:

    Faltou análise do circuito SLED,pois em alguns casos de aparelhos da AIWA o circuito SLED não atua em Play,mas somente na função AVANÇO.

  101. avatar Nilson disse:

    Tenho um micro system da sony fst-zx80d, reconhece o dvd, começa a le os mas acaba travando e fica tentando le sem parar. detalhe qdo coloca um cd ele le perfeitamente. Alguem tem alguma ideia do q possa ser?

  102. avatar Humberto Costa disse:

    Tenho um DVD AMVOX Mod. AMD-275K, ele não consegue ler o CD ou DVD, será que é defeito na unidade de leitura optica? quanto custa um leitor óptico novo? muito obrigado.

  103. avatar rene fontoura barbosa disse:

    tenho um gradiente dvdoke audio sistem hrs 520, nao abre o compartimento do cd tem soluçao dewsde ja agradeço.

  104. avatar adilson b santos disse:

    meu dvd britania quando liga na tomada
    nao acende o display. mais o motor da unidade ótica recua,
    e gira rápido fica batendo direto atras na carcaca
    qual sera o problema?

  105. avatar Ademir disse:

    Boa Noite! estou com um problema em meu som philips fw630 o mesmo nao tocava cd e ficava dando no disc, troquei a unidade ótica só que agora nao abre mais a bandeja de cd, nem roda, nao faz nada, se puder me ajudar fico grato.

AVISO: Todos comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Instituto Padre Reus. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou que violem direitos de terceiros. O Instituto Padre Reus poderá excluir, sem aviso prévio, comentários postados que não respeitem os critérios aqui impostos ou que estejam fora do tema proposto.

Deixe um comentário